sexta-feira, 17 de junho de 2011

Festa Junina voltada para os valores humanos

Festa Junina de Valores – Magia das qualidades
As atividades abaixo relacionadas foram adaptadas da apostila do Projeto Vivendo Valores na Educação http://www.vivendovalores.org.br/ Festa Junina de Valores – Magia das qualidades (disponível no site http://www.ecolorir.com/projeto-vivendo-valores-na-educaofesta-junina-de-valores_1.html )
"Os valores são nossos "pais" - a alma humana é nutrida pelos valores que ela possui. Uma sensação de segurança e conforto surge através dos valores que orientam nossas vidas. Uma vida preenchida com valores é uma vida de autorrespeito e dignidade. À medida que desenvolvemos valores, partilhamos a fragância deles com o mundo ao nosso redor, e avançamos em direção a um mundo melhor"
Dadi Janki: Diretora Administrativa da Brahma Kumaris

É importante reforçar que as brincadeiras relacionadas à festa junina não só tem o objetivo de resgatar o valor cultural, mas principalmente ressaltar os valores humanos que são inerentes a cada um de nós. A confecção dos materiais com as crianças ou com os adolescentes, a ação de brincar juntos deve criar momentos para se conversar sobre determinadas qualidades tão importantes para a convivência em grupo.
Vamos lá!!!!
Solange das Graças Seno

Atividade 1
PESCARIA DA SORTE
Objetivo: fazer com que o participante tenha como resultado da pescaria frases positivas e de crescimento pessoal.
Material necessário: folhas de sulfite com a imagem de peixinhos, cartolina, mensagens positivas, fichas com números, envelopes ou caixinhas numeradas, cola, tesoura, lápis de cor, jornal, linha de pesca e ímã.
Confecção do material para a pescaria:
Para os peixes - A sala de aula pode ser dividida em grupos, os quais deverão colorir os peixes, recortá-los, colá-los em cartolina, numerá-los, colar no peixinho um ímã, escolher frases positivas, colocar em caixinhas ou envelopes numerados.
A vara – fazer canudos bem firmes de folha de jornal, num tamanho adequado para se transformar em vara de pescar, amarrar linha de pesca e na outra extremidade, amarrar um ímã.
Desenvolvimento da brincadeira:
O participante deve pescar o peixinho e receberá uma mensagem conforme o número dele.

Atividade 2
BINGO DAS QUALIDADES
Objetivo: Propiciar uma conversa sobre valores humanos que possa incidir em reflexão relacionada à postura pessoal.
Material necessário: folhas de sulfite riscadas para se escrever valores, fichas com números dentro de um saco para sorteio, grãos ou lápis para marcar a palavra sorteada.
Confecção do material: as cartelas podem ser confeccionadas pelos próprios alunos a partir de uma lista feita com eles sobre valores humanos. A lista deve ser enumerada para que o aluno registre a palavra e o número na cartela.
Desenvolvimento da brincadeira: Fazer uma lista com os alunos sobre valores humanos, abrir espaço para uma conversa e relacionar outros valores não citados por eles, explicitando seus significados, caso considere importante, pedir para que escolham 9 (nove) para preencher a cartela. Aquele que completar a cartela primeiro ganha um brinde.

*Exemplo de valores: amor, atenção, afetividade, amabilidade, amizade, autoconfiança, auto-respeito, auto-estima, benevolência, bondade, boa vontade, capricho, cautela, constância, contentamento, confiabilidade, cooperação, coragem, cuidado, clareza, desprendimento, determinação, disposição, disciplina, doçura, doação, estabilidade, entusiasmo, equilíbrio, flexibilidade, felicidade, facilidade, humildade, honestidade, honra, incansabilidade, introversão, iniciativa, jovialidade, justiça, leveza, limpeza, obediência, paciência, pureza, respeito, renúncia, sabedoria, serenidade, simplicidade, suavidade, tolerância, veracidade, zelo.

Atividade 3
BOCA DO LIXO OU BOCA DO FOGO OU BOCA DA BRUXA
Objetivo: Criar um momento para se discutir sobre os valores negativos e possibilidades para ajudar a vencê-los com valores positivos.
Material necessário: recipiente para representar uma lata de lixo ou painel com o desenho de uma boca de dragão ou de uma bruxa, bolas pequenas (pode ser de meia ou de papel).
Desenvolvimento: O professor elabora com os alunos uma lista de negatividades e constrói com eles quais valores positivos que podem derrubar o negativo. Esta lista fica fora das vistas do aluno. As palavras negativas vão para um saco, onde as crianças tiram uma e deve saber qual qualidade que pode derrubá-la para poder jogar a bola na boca do lixo, dragão ou bruxa. Caso saiba, a criança ganha três bolas para jogar, caso precise de ajuda dos colegas, ganha duas e se ninguém souber e o professor ajudar, ganha apenas uma.

Exemplo: preguiça X entusiasmo, raiva X compreensão, Não precisam ser antônimos.
Depois da brincadeira, a lista pode ser fixada na sala para quando surgir alguma situação que envolva uma negatividade, ela pode ser consultada para que a turma reflita como se pode resolver o problema.
“Quando aprendemos qualidades que são nossos heróis, jogamos fora aquilo de ruim que está dentro de nós. Nós devemos jogar no lixo ou na boca do dragão e então substituir por uma qualidade. Uma vez que o jogo e as bolas estejam feitas, o professor pode fazer a brincadeira na sala. O que precisamos jogar fora agora para que a aula se desenvolva melhor?”

Atividade 4
CORRIDA DA VITÓRIA
Objetivo: deixar claro para os participantes que as negatividades sempre atrapalham e as virtudes sempre abrem caminho.
Material necessário: um tabuleiro com caminho enumerado entre partida e chegada, impresso ou desenhado no chão, um dado, peões (pode ser a própria criança ou tampinha de garrafa, botão ou balões feitos em dobradura, no caso do jogo ser no tabuleiro), fichas com valores positivos e negativos.
Desenvolvimento: No primeiro momento, o professor discute as regras com os alunos relacionadas às negatividades ou virtudes, refletindo sobre as conseqüências de atitudes boas ou más, como por exemplo, a desorganização: se o aluno esquece algum material em casa e não faz suas tarefas, fica parado, no jogo não anda as casas. Aquele que tem atenção ganha tempo e entende melhor as atividades, no jogo avança casas.

Material anexo: tabuleiro, fichas com valores e regras.

Atividade 5
JOGO DAS ARGOLAS
Objetivo: Desenvolvimento da capacidade de abstração, percepção e associação de idéias ligadas aos valores.
Material necessário: argolas, garrafas pet com um pouco de areia e uma qualidade colada ou um símbolo que o representa.
Desenvolvimento: Pode-se criar com os alunos símbolos que representem valores positivos, depois a turma pode decidir quais valores considera fundamental para entrar no jogo e ser colado nas garrafas. Quando a criança acerta a garrafa deve adivinhar qual valor aquele símbolo representa.

Atividade 6
DANÇA DAS CADEIRAS – Gentileza também conta
Objetivo: aumentar a prática da gentileza e da cordialidade de todos entre si.
Material necessário: cadeiras com uma qualidade colada, viseiras ou crachás com as mesmas qualidades da cadeira.
Desenvolvimento: O professor pode fazer o levantamento de qualidades e discuti-las com os alunos. Ressaltar o que representa a gentileza na vida de cada um (Como um aluno gentil age em uma fila, em uma brincadeira, no recreio, no almoço?) Depois elas serão escritas em papéis colados nas cadeiras e nos crachás ou viseiras. Cada um pegará uma qualidade de forma aleatória, sem poder escolher. As cadeiras deverão estar dispostas em círculo e as crianças, ao som de uma música, deverão caminhar. Quando a música parar elas deverão sentar na cadeira que tem a mesma qualidade que está em seu poder. Aquele que não achar a cadeira certa ou sentar em cadeira errada fica fora.

*Observar as atitudes das crianças durante a brincadeira para depois conversar sobre elas.