sexta-feira, 16 de julho de 2010

Palavras - como se encaixam a nosso favor

Palavras... Como viver sem elas? Impossível!!
Apesar de muitas vezes o silêncio predominar quando passamos uma mensagem a alguém através de um gesto, de um olhar, as palavras estão no pensamento. O som pronunciando-as pode até inexistir, mas a palavra está ali, escondidinha, mas forte.
Pedimos, interferimos, consolamos, convencemos, declaramos... Tudo isso através das palavras, sejam ditas ou não. Desse modo, como repelir aquilo que faz parte de nós?
Ouvi várias vezes a seguinte frase: Você é tão legal. Por que não escolheu ser professora de outra coisa? Justo de Língua portuguesa? Pois é... É uma pena que a transformaram num bicho papão da escola.
Tento passar aos meus alunos que a linguagem e o que dominamos dela é a maneira como abrimos caminho para todas as situações de nossas vidas. Como um mecânico que deve saber o nome das peças, para que servem e como elas se dispõem para que um carro possa nos servir. Saber dirigir, então, é bem legal. O começo é difícil, deixamos o carro morrer, ficamos rezando para que na hora de estacionar apareça uma vaga bem longe de outros carros. Mudar a marcha, pisar no pedal correto e ainda olhar o trânsito a sua volta?! Não... é muita coisa!! No entanto, todas essas ações tornam-se simples quando nos determinamos a fazer. O prazer de pegar um carro, de não depender de outras pessoas, ser livre... Visualizar tais conquistas, entre outras, nos faz vencer barreiras, dificuldades, CONSEGUIR, e ser muito bom naquilo que faz. O conjunto de letras que está disponível e o modo como se colocam também está aí para nos facilitar a vida.
Claro que para termos as facilidades precisamos conhecer, estudar, praticar, mas antes de tudo, AMAR.
A primeira medida é não se fechar, não colocar barreiras como aquela contida na velha frase: "Não sei, não quero saber e tenho raiva de quem sabe". Abrir-se para conhecer, achar qualidades que estabeleçam a simpatia. Querer estar junto: um livro, uma revista, um jornal, um gibi são ótimos companheiros que nos faz ficar muito íntimos das queridas palavras.
A partir do momento que a intimidade surge, a imagem muda, o desejo e o prazer de estar com elas aumenta. O resultado de tudo isso com certeza é muito gratificante. Experimentar não custa nada, e descobrir como as palavras se encaixam ao nosso favor é extraordinário.