sábado, 9 de janeiro de 2010

Aprender sempre

Inspirada no post de Patrícia Mendonça, http://deamaliaazeppelin.blogspot.com/2010/01/
comecemos-em-2010-cultura-ii.html comecei a pensar no dia-a dia com as minhas filhas, no que se refere à aprendizagem. Faz parte da nossa rotina transformar diversos momentos em verdadeiras aulas práticas. Tais momentos vão desde um bichinho que aparece no jardim e meu marido explica que ele é inofensivo e faz com que as meninas percam o medo, ou ainda deixar a lagartixa passear pela casa e sair pela janela ilesa, porque ela ajuda a exterminar alguns insetos. O lixo em casa é separado, limpo e reservado para que seja recolhido por pessoas que vendem esse material. Uma receita na cozinha, uma indicação de livro que chama a atenção de uma delas, por causa da leitura da revista que estava no banheiro.
Nos passeios, as paisagens chamam atenção: Que lindo arco-íris! Por que ele aparece? Que flor é essa? Essa propaganda não está escrita errada? Quais cidades ficam próximas da que vamos ficar? Esse restaurante tem as portas tão altas? De que época é? As pessoas não deveriam jogar lixo perto da cachoeira! Pois é... E assim vai...
E como é bom trocar com nossas crianças, como é bom não se isolar no mar de problemas que o adulto cria, com a perspectiva de dar um futuro melhor para a sua prole. Mas sim pensar no que podemos contribuir no presente. Muitas das perguntas são difíceis de responder e aí vem outra questão: a importância de se revelar que nós não sabemos tudo, e é muito bom aprendermos juntos.